Menu cascata

quarta-feira, 2 de dezembro de 2020

Como o cérebro compreende as imagens

 Esse desenho sei fazer

Estudo do espaço NEGATIVO feito por Alane Pitt.
A questão  é o seu cérebro começar a se  adaptar a ver as formas dentro dos espaços ao invés dos objetos. Por exemplo, em vez de ver o braço da cadeira,  tente ver  o espaço que está dentro do braço. Na realidade é a mesma coisa, só que uma maneira diferente de  você enganar o cérebro. Por quê?  Porque quando você vai fazer um braço da cadeira é como se o seu cérebro dissesse para você: "Não sei desenhar um braço de cadeira." Agora quando  você diz pra si mesmo: "Vou desenhar essa forma, é fácil", daí seu cérebro vai pensar: "Ah! esse desenho eu sei fazer." É basicamente isso que pode enganar seu cérebro, fazendo alguns exercícios, não só esse da apostila, pois é apenas uma demonstração de como você pode  passar a ver as coisas. Então de vez em quando faça isso se divertindo e brincando, passando a entender o objetivo, assim fica na mente de modo que os próximos desenhos que fizer vai passar a usar os dois métodos. A questão de dizer que " Não tá dando certo" tem a vantagem de conseguir ver o que está errado, mas não diga  isso para si mesmo. Tente descobrir o que não deu certo. Seja específico. 


   NUNCA VOU CONSEGUIR

Desenho de Cássio, aluno do curso à distância
    Existe dois tipos de diálogos: o crítico e o interno. O diálogo crítico é quando a pessoa diz: "Ah, não sei desenhar isso, nunca  vou conseguir!". E  existe o diálogo construtivo onde você conversa consigo mesmo e pergunta: "Essa peça do braço da cadeira é mais para baixo ou mais para cima, é mais inclinado ou mais reto?" Perguntas como essas e as  maneiras  de pensar é que vão fazer com que desenvolva melhor o desenho. Não se satisfaça com o erro, mas tente identifica-lo.

      Costumo dizer aos alunos: "Um desenho está errado  quando você desenha uma xícara e parece um cavalo mas, enquanto isso não acontece, mesmo que fique tortinha, ela continua sendo uma xícara, só precisa reajustar as proporções."  Pense também no exemplo do pedreiro. Você manda ele construir uma casa. Só que ele constrói a casa muito diferente, desde a base, do que você projetou para ele. Digamos que você mandou ele fazer um quarto do lado direito, mas ele faz o contrário, constrói do lado esquerdo. Dependendo do que ele fizer, vai ficar muito difícil uma reforma. Mas se ele colocou do lado certo, só que não rebocou bem e os  tijolos não ficaram  retos, mesmo assim dar para você consertar chamando outro pedreiro e explica para  ele: "Olha,  tira um pedaço aqui e outro ali" , então dá certo.

          Desenhe sem  exigir demais de si mesmo, relaxe, faça isso se  descontraindo. Tem  momentos em  nossa vida que não podemos  ficar querendo perfeição extrema. Temos que ter paciência conosco, pois existe limitações impostas pela falta da técnica e da prática. Portanto desenhe com calma, divirta-se e verá o resultado do seu esforço mais na frente!


Quer saber mais a respeito do nosso curso de desenho? acesse https://www.estudiofranca.com.br/



Curso de Desenho Online | Aprenda a Desenhar

Curso de Desenho Online | Aprenda a Desenhar

😱😱Curso de Desenho, Super Promoção Confira abaixo: www.estudiofranca.com.br Curso de Desenho Técnicas Realistas Completo Por apenas 12x d...